Arquivo da tag: Zelia Bellodi

02_1doadoras

Técnicos se reúnem na ZB Senepol para avaliar e traçar planos para o rebanho [Assista o Vídeo]

A ZB Senepol recebeu em dois dias de outubro uma equipe de técnicos que traçou o perfil atual do rebanho em números e conformação. Do reprodutivo ao morfológico, os detalhes foram coletados e apresentados na Fazenda Santa Maria, em Caarapó/MS, por especialistas que guiam a seleção de Zélia e Deizinho Bellodi. Uma das atividades que chamou atenção foi a aspiração das principais doadoras da empresa, que produziram mais de 1.000 oócitos viáveis.

Doadoras da ZB Senepol em aspiração na Fazenda Santa Maria forneceram 934 oócitos em uma manhã. (Fotos: Assessoria de Comunicação ZB Senepol)

Doadoras da ZB Senepol em aspiração na Fazenda Santa Maria forneceram 934 oócitos em uma manhã. (Fotos: Assessoria de Comunicação ZB Senepol)

O médico veterinário Júnior Paupério aspirou na fazenda em dois períodos. Pela manhã, 23 doadoras Safiras Top 10 e Elite forneceram 934 oócitos, dos quais 646 viáveis – média de 28 oócitos. “Os números são excelentes, porque essas doadoras têm uma genética superior e vão contribuir muito para o melhoramento não só aqui da ZB como do Senepol como um todo”, declarou Paupério, da Tec Gen.

Trabalho no laboratório encontrou total de 1045 oócitos viáveis de 44 doadoras para acasalamentos com sêmen convencional (646) e sexados de macho (399) em novembro.

Trabalho no laboratório encontrou total de 1045 oócitos viáveis de 44 doadoras para acasalamentos com sêmen convencional (646) e sexados de macho (399) em novembro.

Essas doadoras serão acasaladas com sêmen convencional de grandes touros mundiais para formar embriões em novembro, quando também serão acasaladas 21 doadoras classificadas como Safira Superior aspiradas de tarde – média de 19 oócitos – para receber sêmen sexado de macho, que serão mais tarde os touros que a empresa comercializará com todas as chancelas e garantias produtivas. Uma delas, a ultrassonografia de carcaça, aconteceu no mesmo dia.

Júnior Paupério, da Tec Gen: produção é fruto de uma genética melhoradora.

Júnior Paupério, da Tec Gen: produção é fruto de uma genética melhoradora.

Esse trabalho foi promovido pela primeira vez na fazenda pela Aval Serviços Tecnológicos, representada por Yuri Baldini Farjalla. “O Senepol já é uma raça reconhecidamente produtora de carne de qualidade e os que vimos aqui nesses machos e fêmeas é um resultado muito desejado para área de olho de lombo, marmoreio e carcaça”, relatou o técnico da Aval. “Isso é fruto de uma genética muito bem selecionada”.

Yuri Farjalla, da Aval: ultrassom mostra qualidade de carcaça que vem de uma genética muito bem selecionada na ZB Senepol.

Yuri Farjalla, da Aval: ultrassom mostra qualidade de carcaça que vem de uma genética muito bem selecionada na ZB Senepol.

Simultâneo a todo esse trabalho, o zootecnista João Victor Battistelli, do Geneplus, passava no curral lotes de machos e fêmeas em avaliação de sobreano para classificação no programa da Embrapa. “Depois de impressionar na desmama, em março, esses animais mantiveram e até melhoraram a conformação frigorífica, com um racial verdadeiramente impressionante”, atestou.

Equipes ZB e Embrapa analisam dados coletados para o Geneplus.

Equipes ZB e Embrapa analisam dados coletados para o Geneplus.

Foram 33 machos em avaliação para virarem os touros que a ZB venderá em 2017. Além de 50 novilhas que foram pré-selecionadas para escolha das 36 que a empresa envia no fim de outubro para o programa Safiras do Senepol, em Pirajuí/SP.

Júnior Fernandes, da S+, adiantou que ZB Senepol prepara o seu primeiro leilão para outubro de 2017 com o máximo de qualidade.

Júnior Fernandes, da S+, adiantou que ZB Senepol prepara o seu primeiro leilão para outubro de 2017 com o máximo de qualidade.

Coordenador da prova, o técnico da S+, Júnior Fernandes, também presente na Fazenda Santa Maria, participou da seleção das novilhas, que se credenciam como futuras doadoras. “As escolhas aqui sempre foram muito bem feitas, com critério e responsabilidade, na compra e na formação do rebanho, por isso a ZB se tornou uma das referências na raça e por isso o primeiro leilão dessa marca está amadurecido”, adiantou, revelando que o planejamento inclui o primeiro leilão de genética da ZB Senepol para outubro de 2017.

Deizinho Bellodi indica aos parceiros e clientes Neto Junqueira (esq.) e Jairo Zschornack os caminhos da seleção ZB Senepol.

Deizinho Bellodi indica aos parceiros e clientes Neto Junqueira (esq.) e Jairo Zschornack os caminhos da seleção ZB Senepol.

Até lá, a empresa continua atendendo convites para vender nos principais leilões de Senepol do Brasil, enquanto dá aos seus animais a condição de suprir a demanda do mercado por qualidade. “Vamos trabalhar mais que nunca para cumprir essa missão”, programou Deizinho Bellodi, satisfeito por ter juntado na fazenda, além de clientes e parceiros que foram conferir detalhes do rebanho e das avaliações, um time de técnicos de primeira linha. “Nossa preocupação, além de ter a certeza do rumo da nossa seleção, é dar suporte à nossa equipe e um encontro como esse é muito gratificante”, concluiu.

Parceiro e criador Almir Cambra (esq.) ouve de João Victor, da Embrapa, explicações sobre avaliações do Geneplus.

Parceiro e criador Almir Cambra (esq.) ouve de João Victor, da Embrapa, explicações sobre avaliações do Geneplus.

zbsenepol-face-gerente-14-07-2016

ZB Senepol apresenta novo gerente geral e define metas

A ZB Senepol redefine sua gestão para adequar o procedimento e o atendimento aos seus clientes e parceiros. Com a nova formação da equipe, o médico veterinário Murilo Brandimarte passa a ser o novo gerente geral da marca.

O novo gerente vai assumir as fazendas Santa Maria, em Caarapó/MS, e Tujuri, na vizinha Amambay. Ele coordenará a execução do que é planejado pela equipe comandada por Deizinho Bellodi.

Este ano, com a saída da cana-de-açúcar e a abertura de 110 novos hectares de pasto, vamos implementar piquetes rotacionados para caber mais de 500 cabeças de Senepol puro e usar o máximo de tecnologia no nosso processo”, declarou o veterinário.

Murilo Brandimarte foi um dos primeiros estudiosos do Senepol no Brasil. Viajou no ano 2000 com técnicos e criadores que trouxeram a raça dos Estados Unidos. Com a fundação da associação nacional, foi o primeiro técnico credenciado para registro da raça no País durante três anos, até 2006, quando saiu para outros projetos e voltou em 2013, para assessorar alguns criadores.

Agora exclusivo na ZB Senepol, ele conta que o projeto imediato é promover a formação de touros para a próxima safra, para atender o mercado carente dessa ferramenta para produção de carne a campo. “A produção cresceu nos últimos anos, mas ainda não tem para quem quer, porque a gente acaba apertando a seleção”, afirma.

Além dos touros, o espaço da fazenda Santa Maria será dedicado à multiplicação de material genético qualificado, apenas de doadoras provadas na raça. Uma expansão que convida para investimento um mercado cada vez mais interessado na consolidação do Senepol. E da ZB Senepol.

Matrizes comerciais da ZB Senepol, que viram EM 2016 mães de produtos que o mercado pede. (Fotos: Assessoria de Comunicação ZB Senepol)

ZB Senepol planeja evolução do rebanho para atender o mercado

Matrizes comerciais da ZB Senepol, que viram EM 2016 mães de produtos que o mercado pede. (Fotos: Assessoria de Comunicação ZB Senepol)

Matrizes comerciais da ZB Senepol, que viram EM 2016 mães de produtos que o mercado pede. (Fotos: Assessoria de Comunicação ZB Senepol)

A ZB Senepol prepara a evolução do seu rebanho mantendo o planejamento estratégico que vai distribuir genética para criadores de todo o Brasil, baseado nos resultados do melhoramento genético instaurado em seu rebanho. De imediato, a empresa finaliza a transferência de 400 embriões para gerar as cerca de 200 prenhezes programadas em acasalamentos com os mais eficientes e produtivos touros disponíveis no mercado.

As prenhezes que fecham a estação de monta da ZB Senepol foram transferidas em receptoras da empresa nas fazendas Santa Maria e Tujuri, respectivamente em Caarapó e Amambay, ambas no Mato Grosso do Sul. Desse total, 35% são sexados de macho com touros nacionais de destaque e o restante é com sêmen convencional de reprodutores nacionais e importados.

Deixamos de fazer o cruzamento industrial, para atender uma demanda muito grande do mercado por produtos puros de alto valor genético”, explica Deizinho Bellodi, da ZB Senepol. “Todas as nossas matrizes comerciais serão utilizadas agora como receptoras”, acrescenta a médica veterinária da fazenda, Fernanda Hvala.

Equipe ZB Senepol em manejo de receptoras na Fazenda Santa Maria, em Caarapó/MS: planejamento ajuda a cumprir metas.

Equipe ZB Senepol em manejo de receptoras na Fazenda Santa Maria, em Caarapó/MS: planejamento ajuda a cumprir metas.

A empresa programou o avanço do Senepol nas fazendas. Ainda este ano, áreas ocupadas por culturas diversas darão espaço a pastos para abrigar o rebanho, que hoje é de 300 animais puros, entre eles 45 doadoras, 30 touros em preparação para venda, 150 produtos nascidos da safra 2015, além dos animais em recria, bezerros e bezerras que acabam de receber Registro Genealógico Definitivo (RGD) por parte de técnicos que estiveram na fazenda em janeiro.

Depois de vender em leilão 50 reprodutores antes da última estação de monta, a ZB Senepol começa a receber novos convites para venda de touros e de lotes especiais em remates de grandes criatórios do Brasil programados para 2016. “Temos de estar preparados, porque o mercado é exigente e nós também somos dentro de casa, para justamente atender esses convites e esse interesse”, conclui Deizinho Bellodi. Todas essas informações serão aqui mesmo no site em momento oportuno.

 

Deizinho Bellodi explica Viola do Bem à imprensa, em Barretos, observado por Júnior Fernandes, da S+. (Fotos: Assessoria de Comunicação ZB Senepol)

Viola do Bem fecha o ano com doação conjunta com S+ de R$ 1 mi ao HCB

Deizinho Bellodi explica Viola do Bem à imprensa, em Barretos, observado por Júnior Fernandes, da S+. (Fotos: Assessoria de Comunicação ZB Senepol)

Deizinho Bellodi explica Viola do Bem à imprensa, em Barretos, observado por Júnior Fernandes, da S+. (Fotos: Assessoria de Comunicação ZB Senepol)

O ano não poderia terminar melhor para o projeto Viola do Bem. A noite do dia 2 de dezembro entra para a história do Hospital de Câncer de Barretos com a arrecadação de R$ 1 milhão totalmente revertida à instituição, que é referência mundial na prevenção e no tratamento do câncer. A quantia foi obtida no Leilão Senepol Solidário e na doação da dupla Vicotr & Leo, que fechou a noite de festa beneficente com um show realizado no salão social do clube da Usina Santa Adélia, em Jaboticabal/SP, e organizada por Viola do Bem e S+, apoiada ainda pelo grupo Parceiros do Senepol.

Não temos palavra para agradecer aos criadores que doaram seus lotes e que investiram ou doaram em prol do hospital”, declarou Deizinho Bellodi, que criou em 2012 o projeto Viola do Bem com a mãe, Zélia Bellodi, a irmã, Roberta, e o amigo Almir Cambra.A gente sabe o quanto os pacientes precisam, o hospital vive de ajuda e foi o que nós procuramos fazer com esse evento”.

Victor & Leo inauguram ala com o seu nome no Hospital de Câncer de Barretos.

Victor & Leo inauguram ala com o seu nome no Hospital de Câncer de Barretos.

O Viola do Bem nasceu com a premissa de realizar um show anual em setembro e reverter toda a arrecadação ao Hospital de Câncer de Barretos. Pela segunda vez – a primeira foi em 2013 – o projeto se juntou ao grupo de criadores de Senepol no Leilão Senepol Solidário. A venda especial de 30 lotes, entre bezerras, fêmeas e prenhezes de genética apurada da raça, arrecadou o total de R$ 900 mil.

Logo após o leilão, durante o show da dupla Victor & Leo, a família ZB Senepol,Viola do Bem e a S+ homenagearam os sertanejos, que, à tarde, ao lado dos criadores e do presidente do HCB, Henrique Prata, inauguraram uma ala com o nome Victor & Leo no hospital. A dupla completou no final a doação, para o repasse de R$ 1 milhão à instituição, que era a meta do evento.

Zélia Bellodi entrega homenagens à dupla Victor & Leo no palco, em Jaboticabal.

Zélia Bellodi entrega homenagens à dupla Victor & Leo no palco, em Jaboticabal.

Um gesto como esse nos deixa muito felizes e recompensados pelo o esforço de organizar um evento desse tamanho, porque sabemos que isso vai dar um pouco de esperança de salvar vidas”, concluiu Deizinho Bellodi em sua fala, ainda no palco.

Ele encerrou a noite prometendo para setembro de 2016 o Viola do Bem com a dupla Jads & Jadson, irmãos sertanejos que também são criadores de Senepol e darão a parcela de contribuição que o Viola do Bem se propõe a repassar ao hospital.

Deizinho Bellodi e Júnior Fernandes agradecem no palco o complemento da doação feita pelos irmãos sertanejos.

Deizinho Bellodi e Júnior Fernandes agradecem no palco o complemento da doação feita pelos irmãos sertanejos.